quarta-feira, 14 de setembro de 2016

DIÁRIOS DE UMA MÃE COM H 2



Ser Mãe de Hemofílico 2
  Anita Souza.  
Aonde ele chega corre derruba tudo, chora , sobe aonde não pode , não para um só minuto . Morde, briga, não leva desaforo pra casa , mas ainda sim diz eu te amo, e enlaça meu pescoço na hora de dormir e eu me lembro de quantas vezes eu chorei na sala de tomografia, me lembro de todas as noites no hospital e ainda choro muito...
Choro quando as pessoas não conseguem entender oque acontece com você meu filho que sua jornada já foi maior que a de mutas crianças até aqui , sua , minha , do seu pai e da sua irmã. Mas admiro a força que você carrega, ainda que alguns torçam o nariz pra você, está sorrindo vivendo , mesmo com um hematoma como o último que teve você não para. enxergo a grandeza no meu pequeno e muitos um dia irão querer dizer que te conhecerão.... 

 No ultimo hematoma após fazer o fator chorei muito , porque a cicatriz vai sempre existir e sempre estará aqui ,ainda que sejamos otimistas conhecemos a maldade humana mas acreditamos no bem no caminho da luz , carregamos nas costas tantas histórias ........ 

 Aonde ele chega corre derruba tudo, chora , sobe aonde não pode , não para um só minuto . Morde, briga, não leva desaforo pra casa , mas ainda sim diz eu te amo, e enlaça meu pescoço na hora de dormir e eu me lembro de quantas vezes eu chorei na sala de tomografia, me lembro de todas as noites no hospital e ainda choro muito........ 

Choro quando as pessoas não conseguem entender oque acontece com você meu filho que sua jornada já foi maior que a de muitas crianças até aqui, sua, minha, do seu pai e da sua irmã. 

Mas admiro a força que você carrega, ainda que alguns torçam o nariz pra você, está sorrindo vivendo , mesmo com um hematoma como o último que teve você não para. enxergo a grandeza no meu pequeno e muitos um dia irão querer dizer que te conhecerão.... 

No ultimo hematoma após fazer o fator chorei muito , porque a cicatriz vai sempre existir e sempre estará aqui ,ainda que sejamos otimistas conhecemos a maldade humana mas acreditamos no bem no caminho da luz , carregamos nas costas tantas histórias...



Ser mãe de hemofílico e comemorar fator na geladeira, e não haver intercorrências , é comemorar por que pegou logo a veia.... 


ser mãe de hemofílico é estar aqui ....cheia de abraços vermelhos ao meu filho Jorge Hemofílico A grave ser mãe de hemofílico é estar aqui ....cheia de abraços vermelhos ao meu filho Jorge Hemofílico A grave


Anita de Souza é mãe do Jorge,  Anita é autora desta coluna, Diário de Uma Mãe com H.





O Primeiro Corte
  Anita Souza.  

As vezes são necessários alguns cortes na vida, para aprender que ali não lugar pra mexer 
ou que talvez algo seja afiado.



Mas para esse que vivi não estive preparada, o corte de um filho com hemofilia, nesta terça recebi um telefonema no avisando que meu anjinho cortou o pé e não parava de sangrar, vim do trabalho e fomos direto ao hospital tomarmos uma dose de fator. 


O primeiro corte foi difícil, primeiro veio o susto meu e da avó que cuida dele, e que  sentiu-se culpada. 

Mas depois o susto de não parar de sangrar, o alívio de ver que uma pessoa hemofílica não se esvai em sangue como diz a lenda dos hemofílicos, mas bem esse foi nosso primeiro corte foi um susto grande bastante sangue mas enfim alguns cortes sãonecessários.

Anita de Souza é mãe do Jorge,  Anita é autora desta coluna, Diário de Uma Mãe com H.



Ser Mãe de Hemofílico 21

 Indianara Galhardo, 8 de setembro  

 ·Ser mãe de hemofílico... 

...É ter que encarar um mundo de questões para as quais nem sempre teremos todas as respostas. 

É perceber a cada sorriso, cada conquista, cada vitória a nossa missão... 


 É querer acreditar que nada acontece por acaso!! Acreditar que a chegada de um filho hemofílico aconteceu porque Alguém quis fazer de nós pessoas melhores, pessoas especiais, capazes de valorizar as coisas mais simples da vida... Porque Alguém considerou que éramos capazes de assumir essa responsabilidade! Ser mãe de um hemofílico é chorar muito mas sorrir muito mais, valorizando todas as conquistas e todos os passinhos!! É perceber que nós também temos muito que aprender, e que os nossos filhos têm muito para nos ensinar...


 1   2   3   4